top of page
Buscar
  • Foto do escritorPsicóloga Angelita Eccel

Principais queixas dos pais

Quais são as maiores demandas, que os pais procuram um profissional em relação a dificuldade de lidar com filhos?

A maioria das vezes é porque a criança é…

- Muito dispersa, nas atividades, não possui foco, se distrai com frequência.

- A criança é muito irritada, possui uma instabilidade de humor.

- ⁠dificuldade de ser contrariada, de perder alguma brincadeira ou jogo.

- ⁠posterga a conclusão de alguma tarefa.


Às vezes, a criança é impulsiva.

- ⁠também, existem a dificuldade por parte dos pais em relação à criança, pois a mesma precisa estar sempre em movimento, são aquelas crianças que ficam bem ao serem desafiadas constantemente.

- ⁠É muito normal os pais falarem que a criança sempre possui uma resposta na ponta da língua.

Porém, são crianças que muitas vezes, possuem uma boa comunicação, são afáveis, curiosas, criativas, sociáveis, compartilham seus conhecimentos, enfim são muito expressivas.


Também, vai vir aqueles pais que dizem:

Tenho dois filhos e o outro(a) é muito calmo, bonzinho, tudo está bom, não reclama de nada. Essa(e) não dá trabalho.

No entanto, o que mais me preocupa como profissional é esse que aceita tudo, somente para ser o filho querido e amado. Não tem voz ativa, tem dificuldade de dar sua opinião.

Pois, por terem medo da rejeição, de deixarem de ser o filho querido ficam com seus desejos ocultos. Assim, gerando complexo de inferioridade, de tristeza. Por não conseguirem se posicionar podem desenvolver transtorno de ansiedade, traumas e medos.

Com certeza serão aqueles adolescentes que terão dificuldade de se sentir pertencente, ou pior, aceitarão o que os seus pares dizem com medo de ficar sozinho(a), ficará sem voz ativa.

Ainda pode se tornar um adulto inseguro, como se diz na linguagem popular, “ vai se tornar um pau mandado”.


O mais importante, que os pais devem ter em mente, cada criança é única e singular, cada uma está desenvolvendo sua identidade.

Entretanto, não podemos colocar as crianças na mesma caixa, não compare entre os irmãos, nem com outras crianças, mas sim potencialize o que cada criança tem melhor.


Psicóloga Angelita Eccel - CRP 07/27530

Psicoterapia individual para adolescentes, adultos e idosos

Atendimento presencial e online

Agendamento (51) 99764.0404

@psicologaangelitaeccel

 


Para ler mais sobre esse assunto, clique nos links abaixo:


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Post: Blog2_Post
bottom of page