top of page
Buscar
  • Foto do escritorPsicóloga Angelita Eccel

Qual dessas mães você se identifica?

Atualizado: 26 de out. de 2022



A maioria das mães amam incondicionalmente os seus pimpolhos.

Porém, existem diversos tipos de mães, entre elas:

Aquelas que deixam de viver seus sonhos e realizações e depositam nos filhos os seus desejos.

Existem aquelas que não conseguem dizer não para os filhos, causando neles a sensação que mandam no mundo e inclusive nos pais, assim muitas vezes ficando sem limites.

Também tem as mães que super protegem seus filhos, com isso as crianças não desenvolvem a resiliência e muitos se tornam inseguros.

Existem aquelas que fazem de sua cama um ninho, assim a criança passa crer que todos os lugares vão ser difíceis, muitas vezes começam ter dificuldades nos relacionamentos, com isso podem ter vários tipos de medo e incertezas.

Existem aquelas mães que guardam os segredos familiares.

Entretanto, a criança escuta uma palavra aqui outra lá, fazendo com que ela passe a fantasiar histórias terríveis.

Lembre-se, a criança entende tudo, só possui mais dificuldade de elaborar.

Existem aquelas mães que brigam no seu relacionamento conjugal, se desorganizam na frente do filho, muitas vezes causando nele traumas.

Assim, muitas crianças passam a acreditar que os adultos não prestam, que não podem confiar nas pessoas.

Nessas situações é comum a criança passar a ficar isolada, não querer ter amigos.

Não podemos esquecer das mães possessivas, muitas querem ter o filho só para elas. Esquecendo que é fundamental a criança passar por todos os processos para se tornar um sujeito de desejo.

É importante incentivar a criança a se aproximar do pai, dos avós, que ela possa ir para à escolinha.

Pois isso ajudará ela se tornar uma criança com a mente saudável.

Quando ela crescer vai bater asas e voar, porém quando sentir saudade ela irá voltar.

Existem aquelas mães que se preocupam em agir de forma adequada e equilibrada.

Conforme “Winnicott”, que afirma que a mãe “só pode ser suficientemente boa!”

Enfim, muitas vezes não é fácil ser mãe, é comum algumas pessoas julgarem uma mãe, porém ninguém conhece a história de cada mãe. Só ela sabe o que ser mãe representa na sua vida. Às vezes as mães vão falhar sim, mas está tudo bem, porque ninguém é perfeito.

Estamos nessa escola chamada vida aprendendo todos os dias a nos tornar seres humanos melhores.

Com certeza a melhor mãe é aquela pessoa, que vai marcar o coração do filho com afeto, a presença física e emocional.

Enfim, que o amor possa prevalecer sempre!

Entendemos que ao nascer uma criança, nasce uma mãe, com isso vem um turbilhão de sentimentos.

Mãe, ame muito seu filho, proteja ele, mas sem excessos. Isso fará com que seu filho se torne uma criança segura e feliz.

Parabéns, a você mãe, que gerou uma vida dentro de você.

Parabéns, para você, que acolheu em seus braços os filhos alheios, como se seus braços fossem a entranha do seu útero.

Parabéns a você, que os olhos brilham ao falar do seu filho.

Parabéns a você, que se divide em 10 para fazer do seu filho um grande o homem ou uma grande mulher.

Parabéns a você mãe, que faz da sua vida uma verdadeira olimpíada, ganhando medalha de ouro em várias categorias.

Parabéns para você, que consegue se transformar em vários bichos para salvar a sua prole.

Enfim, meus parabéns vai para você mãe, que se reinventa todos os dias para ser o orgulho de seu filho.

Que você possa ter, não só o dia das mães reconhecido, mas sim todos os dias.

Você é muito especial, por isso desejo muita felicidade a vocês, mamães, verdadeiras guerreiras!

Meu abraço especial para todos que já não podem abraçar a sua rainha, por ela ter ido para o andar de cima.


Psicóloga Angelita Eccel - CRP 07/27530

Psicoterapia individual para crianças, adolescentes, adultos e idosos

Atendimento presencial e online

Agendamento (51) 99764.0404


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


Post: Blog2_Post
bottom of page