top of page
Buscar
  • Foto do escritorPsicóloga Angelita Eccel

Você consegue encontrar saídas para os seus conflitos?


Às vezes, passamos por dificuldades, atritos, e ficamos ilhados numa prisão mental.

Olhamos para os problemas e nos colocamos pequenos diante daqueles monstros.

Infelizmente, na maioria das vezes, somos nós que damos asas para a nossa imaginação, e vimos o monstro muito maior do que realmente é.

Simplesmente porque não permitimos ou não damos espaço para criatividade, para os pensamentos bons e produtivos.

Recentemente li uma história interessante, que me fez refletir.


Certa vez, um rapaz de 19 foi preso por se infiltrar no serviço secreto americano e roubar informações sigilosas.

Um dia, seu pai triste, velho e solitário, sem forças para fazer algumas atividades, mas com desejo de plantar algumas batatas. Então mandou uma mensagem para o filho na prisão.

“Meu filho como eu gostaria que você estivesse aqui, gostaria de plantar umas batatas, porém estou velho cansado e não tenho força para arar a terra.”

O filho escreveu uma nova mensagem e respondeu ao pai.

“Pai, por favor, não mexa nessa terra na volta da casa. Não cave nada porque enterrei algo muito importante, quando sair da prisão lhe mostro o que é.”

Uma hora depois a polícia secreta invadiu aquele local e cavou metro por metro e não encontraram nada.

Uma semana depois, o pai recebeu uma carta do filho.

“Pai, espero que a terra tenha sido bem lavrada pela polícia, agora você pode plantar batatas e se precisar de mais alguma coisa, me avise. Eu não posso estar com você, mas farei o meu melhor para apoiá-lo de todas as maneiras que puder.”


Assim, é na nossa vida, muitas vezes nos sentimos sós, impotentes.

Porém, alguns momentos não permitimos achar uma saída.

Se você estiver aprisionado nos seus medos, nas suas ansiedades, nas suas tristezas, nas suas angústias entre outros.

Lembre-se, que você nunca estará só, você precisa buscar ajuda com um pedido de socorro.

Com uma mensagem para um amigo ou familiar dizendo: “eu não estou bem”.

Também, deve procurar um profissional da área da saúde mental.


Lembre-se, somos nós que fazemos o nosso cativeiro, encontre uma porta, uma janela ou uma fresta para sair dele.

Você deve pedir ajuda e com certeza receberá, porém precisa estar aberto para a mudança, para o novo.

Não perca a oportunidade de viver em equilíbrio e em plenitude.


Psicóloga Angelita Eccel - CRP 07/27530

Psicoterapia individual para adolescentes, adultos e idosos

Atendimento presencial e online

Agendamento (51) 99764.0404

@psicologaangelitaeccel



Para ler mais sobre esse assunto, clique nos links abaixo:


75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page