top of page
Buscar
  • Foto do escritorPsicóloga Angelita Eccel

A dor da rejeição causa traumas?


Com certeza, traumas profundos, que muitas vezes levarão anos de terapia para ressignificar.

A dor da rejeição é igual para todas as crianças no mundo.

A neurociência explica que pode começar na barriga da mãe.

Às vezes, a gestação ocorre em momentos indesejáveis. Então, aquela criança sente que tudo que ela fizer nunca vai satisfazer os pais.

É como se ela sentisse, “os meus pais não me querem mais.”

Às vezes conhecemos crianças, adolescentes ou até mesmo adultos que passam o tempo inteiro tentando não errar, tentando agradar o outro, o tempo todo. Com medo de não ser aceito ou rejeitado.

Muitas vezes, na infância a criança vive a dor da manipulação.

Exemplo:

A criança, “eu não quero ficar na titia hoje.”

Os pais dizem,

“Se você ficar na volta te levo na pracinha.”

O que vai ocorrer?

Talvez, na vida adulta vai ser uma pessoa que os outros vão manipular com facilidade, vai ter dificuldade de usar a palavra mágica “não “.

A criança também pode viver a dor da humilhação.

Quando, os pais gritam e chamam a atenção da criança na frente de outras pessoas.

A criança passa a aceitar ser humilhada também na vida adulta, por medo da rejeição.

Outro fator importante, também ocorre, quando a criança vive a dor da traição.

No momento em que os pais brigam, gritam e escancaram na frente da criança a vida conjugal. A criança passa a acreditar que não existe um amor verdadeiro.

Portanto, tenha cuidado, um dos grandes males na infância é o abandono, a rejeição.



Psicóloga Angelita Eccel - CRP 07/27530

Psicoterapia individual para adolescentes, adultos e idosos

Atendimento presencial e online

Agendamento (51) 99764.0404

@psicologaangelitaeccel

 

 

Para ler mais sobre esse assunto, clique no links abaixo:

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page